– Acima do peso:

Decotes em “v” alongam a silhueta, looks monocromáticos também! Cintura alta  valoriza as formas e cores escuras enxugam uns quilinhos. Listras horizontais e recortes laterais disfarçam e distribuem melhor as proporções. Salto alto e bolsa transversal são apostas certeiras.

– Abaixo do peso:

Tecidos encorpados, modelagens estruturadas, saia midi, salto baixo, listras horizontais, estampas, tudo isso pode colaborar na tarefa de disfarçar os quilinhos a menos. Mas o melhor conselho é optar por roupas na medida certa, que não marcam.

– Pouco busto:

Blusas estampadas, aplicações, babados, tudo que chame a atenção para o busto. Bojo é bem vindo desde que sem exageros. Tomara que caia deve ser evitado.

– Pouco bumbum:

Saia godé, cós franzido, com elástico, cintura alta, plizados, bolsos amplos e modelagem específica para levantar e aumentar visualmente o bumbum. Calças, shorts, saias e vestidos muito justos devem ser evitados.

– Muito altas:

Calças curtas, saia midi, cintura baixa, cropped, salto baixo. Gola rolê deve ser evitada, dê preferência para decotes canoa e ombro a ombro que chamam a atenção para as proporções horizontais do corpo.

– Muito baixas:

Listras horizontais, decotes em “v”, looks monocromáticos, roupas únicas como vestidos longos e macacões. Salto alto, calça flare, saia lápis. Saia midi, botas altas e decote canoa devem ser evitados.